Quanto de cafeína tem no café?

Como você já sabe o café é uma das bebidas mais populares em todo o mundo. Além disso, por causa do café muitas pessoas conseguem desfrutar de mais energia no seu dia a dia por causa da cafeína que existe no café. 

Porém você já se perguntou o quanto de cafeína existe em uma simples xícara de café? E se realmente é seguro consumir esta bebida?

Neste artigo iremos responder essas perguntas e você irá saber de uma vez por todas o quanto você precisa consumir de café por dia de uma forma segura e saudável.

Principais pontos abordados:

  • Café e cafeína: quantidades e relação

  • Consumo seguro de café

  • Benefícios do consumo de café para a saúde

Preparo de café e variações de cafeína.

Todos os dias milhares de pessoas de todo mundo tomam café. Muitos pela energia que essa bebida proporciona, ou apenas por costume. Mas a informação que eu tenho para compartilhar é que a quantidade de cafeína em sua xícara irá depender do seu modo de preparo.

Por isso, agora iremos explorar os diferentes métodos de preparo do café e o quanto isso pode afetar a quantidade de cafeína. Levaremos em consideração especial as diferenças que existem entre café expresso e o café filtrado

Café Expresso

Quanto de cafeína tem no café

O café expresso tem seu modo de preparo que utiliza a água quente sob uma alta pressão para que se possa extrair o seu sabor e aroma. Sendo que esse processo muitas vezes resulta em uma bebida mais concentrada e encorpada, com isso ele tem uma quantidade maior e considerada alta de cafeína.

Um dado importante é que de acordo com muitos estudos, apenas uma xícara de café expresso contém em média 63 miligramas de cafeína. 

Porém essa quantidade de cafeína irá variar de acordo com a marca do café que você for utilizar, como também o tamanho da dose desse café expresso. Mas normalmente uma dose de café de expresso tem em torno de 30 a 50 mililitros.

Café Filtrado

Agora vamos falar sobre o café filtrado, que é popularmente conhecido como café de coador, ou seja, o café popular do povo brasileiro. Seu processo de preparo é com água quente passando lentamente por um filtro de papel, e isso lhe permite que todos os sabores do óleo do café possam ser extraídos suavemente.

Comparando com o café expresso o nosso café filtrado possui sim uma quantidade menor de cafeína. Isso se dá por causa da água que passa pelo café de forma mais demorada, dando um resultado de extração menos concentrada.

Veja esta Super Tabela de Comparação de café expresso e café filtrado

Método de Preparo

Quantidade de Cafeína

Café Expresso

63mg (média) em xícara pequena

*126mg por 30 ml de Café

Café Filtrado(coado)

Entre 95-200mg em xícara normal

*95 a 160mg a cada 230ml de Café

Como podemos ver na tabela acima, temos uma amostragem na comparação da quantidade de cafeína presente em uma xícara de café filtrado e também em uma xícara de café expresso. O ponto de destaque é que esses valores são apenas médias e podem depender da marca do café que estiverem em uso.

Mas isso já lhe dá uma base sobre essas variações de cafeína no café,  lhe dando caminho para escolher o melhor método de preparo conforme o seu gosto. Porém lembre-se que consumo de café moderado é sempre recomendado para qualquer pessoa.

Benefícios do consumo moderado de café

Se você consumir com moderação, você poderá sim desfrutar de muitos benefícios do café. Segundo muitos estudos científicos, o consumo regular de café está associado à prevenção de muitas doenças crônicas, e ele pode sim trazer muitos efeitos positivos no seu dia a dia.

Prevenção de doenças crônicas

Algumas pesquisas sugerem que o consumo moderado de café pode estar relacionado de certa forma à redução do risco de desenvolver algumas doenças, como exemplo temos a diabetes tipo 2, a doença de Parkinson e muitos outros tipos de câncer, como do fígado e o colorretal.

No café também existem antioxidantes que o levam a desempenhar um papel muito importante no combate causado por radicais livres em seu organismo.

Efeitos positivos no sistema cardiovascular

Já quando falamos dos benefícios, também temos estudos que mostram efeitos positivos relacionados ao consumo do café, e muitos desses efeitos são o nosso sistema cardiovascular. 

Estes estudos sugeriram que o consumo de café está associado ao menor risco de desenvolver certas doenças cardíacas, como o popular AVC e também a insuficiência cardíaca.

Mas claro é importante ressaltar novamente que o consumo do café deve ser feito com moderação, pois o seu consumo em excesso pode levar a muitos problemas, como uma grande irritabilidade, nervosismo e até mesmo dificuldade para dormir. 

E o que muitos não levam em conta é que cada pessoa irá responder de uma maneira diferente à cafeína, muitos podem ser mais sensíveis e outros não.

Resumindo este consumo moderado de café pode sim trazer benefícios à saúde, porém você deve sempre manter um equilíbrio para consumir o café de uma forma consciente, levando em conta os seus próprios limites.

Conclusão

Podemos ver ao longo de todo esse artigo muitas informações sobre a quantidade adequada de café que devemos ingerir, como também os benefícios e efeitos negativos do café na vida de cada um. 

Mas a conclusão que chegamos é que não importa o lugar ele sempre deve ser consumido de uma forma equilibrada e você deve sempre levar em conta a quantidade de cafeína que está tomando todos os dias. Para que no futuro você possa extrair os benefícios dessa bebida de uma maneira saudável.

Sobre o Autor

Felipe Ramos
Felipe Ramos

Sou empreendedor e apaixonado por café, através deste site quero te ajudar a experimentar e apreciar os melhores cafés do mercado!!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *